Nola Pompeo

início | oficina de percussão | poesia | cadastro | contato

- cajón
instrumentos / marcenaria / informações

olá.

estamos produzindo o cajón aqui em campo grande (ms), instrumento de percussão que é uma caixa de madeira percutida em uma das faces (o tampo). tem graves e os agudos acompanham o som de esteira, lembrando a caixa da bateria.

o preço para todos os tamanhos é: R$260,00 (dezembro de 2010). tamanhos: pequeno: 30cm x 30cm x 48,5 cm; médio: 30cm x 34cm x 48,5 cm; grande: 30cm x 42,5cm x 48,5 cm. por favor, consulte a disponibilidade.

estão disponíveis na cor natural somente (dezembro de 2010). outras cores já foram usadas: vermelho cedro e negro imbuia. o acabamento é feito com um tingidor, que dá a cor, e com seladora, que deixa com aparência encerada.

o cajón é basicamente uma caixa simples. usamos laminado de 10mm para o corpo e de 4mm para o tampo e fundo. conheço também instrumentos de madeira maciça. o som fica bem rico, e o trabalho de construção é bem maior, fazendo com que os preços sejam um investimento considerável. encontrei preços na faixa de até 300,00 euros (em 2005). considero que esses feitos com laminados têm um resultado muito interessante, com um preço bastante acessível.

tenho usado esteira de caixa de bateria em todos os modelos. já fizemos alguns com bordões também (6a. corda da guitarra - 0.42), que dão um som característico. alguns instrumentos ficam com o grave limpo apertando mais a esteira. outros ficam com ele bem sujo, cheio de esteira, lembrando o grave de um djembé quando tocado com os chocalhos presos nos aros. é bonito. tenho reparado uma preferência no brasil por um instrumento com o grave limpo. talvez porque estamos pensando em um instrumento que substitua a bateria (e seu bumbo) ou a timba (usada em bares e para acompanhamento em música feita em casa, em roda de amigos). instrumentos com bordões fazem isso melhor. ao mesmo tempo, talvez seja interessante pensar o cajón com personalidades diferentes. é bonito também sem esteira nenhuma. vi alguns com coisas interessantes dentro: sinos, lâminas de metal, chocalhos, miçangas... tudo depende de que música a pessoa que vai tocar quer fazer. pesquisar essas possibilidades pode ser recompensador. outra coisa que observei é que o efeito da esteira muda bastante com a variação do tempo. quando está quente a madeira e os bordões afrouxam, dilatam, gerando um som de esteira um pouco frouxo. um sistema de regulagem pode ajudar (tarrachas e parafusos que permitam apertar as cordas ou esteiras). encostar a esteira na madeira com uma fita adesiva também pode ajudar a fazer com que ela não soe sua nota, trastejando bem, com aquele som gratificante que estamos buscando nessas caixas.

é importante lembrar que ao se colocar um microfone nesses instrumentos a gente se surpreende. experimente e note a quantia de timbres e de nuances! normalmente coloca-se o microfone na abertura de ar. certa vez coloquei na frente do tampo, e serviu também. para ter uma idéia do que estou falando basta ouvir o som do instrumento com o ouvido perto da abertura de ar. note os graves, o brilho dos agudos.

outro ponto são esses parafusos. se você retirar os parafusos de cima, vai ter um efeito interessante de madeira batendo contra madeira. mas perde os graves porque o ar sai todo pela abertura e também deixa a esteira sem função, ou então com uma nova função, fica bem sujo e ela passa a soar a nota (não trasteja mais) porque o tampo se afasta dela. já fiz um cajón sem parafuso nenhum. ficou muito bom. o tampo foi completamente colado no corpo do instrumento. os harmônicos ficaram com pressão, soando bem. nesse instrumento usei bordões.

conheci um instrumento que tinha uma saída para essa questão. o tampo era completamente colado, sem parafuso. por cima do tampo, nas aletas (cantos superiores) foram adicionadas duas "orelhas" (um pedaço de madeira maior colado sobre um menor e o conjunto colado no tampo). a madeira maior bate no tampo, dando o mesmo efeito que se tem com a remoção dos parafusos sem perder pressão do grave.

há alguns construtores que usam esses parafusos com o objetivo de tornar o tampo removível e substituível. aí é preciso um sistema de parafuso com bucha para que o constante trabalho dos parafusos não gaste a madeira do corpo do instrumento onde são fixados.

se você tiver interesse em dar uma olhada em coisas que achei pela internet, e com as quais aprendi bastante, visite meus links.

para mais informações mande um email: nola@nola.mus.br ou telefone: (67)8195-7299. será muito bom poder ajudar.

nola pompeo.


início | oficina de percussão | poesia | cadastro | contato

©2002-2012 nola.mus.br | Todos os direitos reservados | All rights reserved